Mais que professores, uma fonte de saber:

José Walter, Montezuma, Paula Gomes, Clésio, Fernando, Hélio.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Profº Hélio Freire - Atividade do 2º Período - GENÉTICA.

E. E.M. HUET ARRUDA
ATIVIDADE DE APROFUNDAMENTO – GENÉTICA SEGUNDA LEI DE MENDEL
DIRECIONADA A ALUNOS DO 3° ANO DO E.M.
PROFESSOR: HÉLIO FREIRE – BIOLOGIA


EXERCÍCIOS
1. Um indivíduo multicelular duplo-heterozigótico quan­to a dois pares de alelos, Aã e Bb, localizados em dife­rentes pares de cromossomos homólogos, forma gametas na proporção de
a) l/4A: l/4a: l/4B :l/4b.
b) 1/4AB : 1/4Ab : 1/4 aB : l/4 ab.
c) l/4AA : l/4Ab : l/4aB : l/4 aa.
d) 1/2 AB : 1/2 ab, ou 1/4 Ab : 1/4 aB.

2. No cruzamento entre indivíduos duplo-heterozigóticos quanto a dois pares de alelos, Aã e Bb, localizados em diferentes pares de cromossomos homólogos, espera-se obter
a) apenas indivíduos AaBb.
b) indivíduos AB e ab na proporção de l: 1.
c) indivíduos AA, Ab, aA e bb, na proporção de 9:3:3: l, respectivamente.
d)indivíduos A_B_, A_bb, aaB_ e aabb, na proporção de 9 : 3:3: l, respectivamente.

3. Nos suínos existem cascos indivisos (F_) e cascos fen­didos (ff). Outro loco, situado em outro par cromos-sômico, determina a cor dos pêlos, que pode ser bran­ca (P_) ou preta (pp). Um porco branco e de cascos indivisos foi cruzado com porcas genotipicamente iguais entre si e fenotipicamente iguais a ele. Entre as várias ninhadas, foram vendidos apenas os porquinhos pretos de cascos fendidos, que eram em número de 9. Pergunta-se:


a) Quantos porquinhos espera-se que tenham nascido ao todo?


b) Quantos porquinhos, do total nascido nas ninhadas, espera-se que sejam genotipicamente idênticos ao pai, quanto aos genes aqui considerados?



                                       DESAFIOS : 1 e 2

Resolução de problema com probabilidades

O PROBLEMA - 1
Na planta ornamental Cóleo, a borda das folhas pode ser cremada ou lobada eo padrão das nervuras foliares, regular ou irregular. O cruzamento de plantas puras de folhas lobadas e nervuras irregular com plantas puras de folhas crenadas e nervação regular produziu uma geração F1 constrída inteiramente por plantas com folas lobadas e nervação irregular. O cruzamento entre plantas da geração F1 produziu uma geração F2 constituída por 112 indivíduos, com os seguintes fenótipos:
63 lobadas-irregulares
21 lobada-regulares
20 crenadas-irregulares
8 crenada-regulares.
Pergunta-se :

a) Como podem ser explicados os números da geração F2 ?
b) Se as 21 plantas lobada-regulares fosssem cruzadas com plantas duplo-heterozigótica e, em cada cruzamento, fossem produzidos 5 descendentes, que tipos de fenótipo esperaríamos obter, e em que quantidades ?
A Solução ?

                                                    O PROBLEMA – 2

O albinismo tipo l na espécie humana é con­dicionado por um alelo recessivo. Pedro apresenta pigmentação normal na pele, e seus pais também são normais. Sua avó materna e seu avô paterno, porém, são albinos. Maria também apresenta pig­mentação normal na pele; por parte de mãe nunca houve, nem na mais remota ancestralidade, qual­quer caso de albinismo. O pai de Maria também é normal, mas seu avô paterno é albino. Pedro e Maria procuram um geneticista para pedir esclarecimen­tos e aconselhamento genético. O casal tinha as seguintes perguntas:

a) Há alguma chance de termos um filho albino?
b) Se tivermos um filho albino, qual é a probabili­dade de um outro também ser albino?

A solução ?

3 comentários:

  1. Parabéns profº Hélio pela iniciativa !!!
    Postado por Héder Moreira.

    ResponderExcluir
  2. Helio, muito legal a sua iniciativa, continue sempre assim, buscando o que ha de melhor para seus alunos.

    ResponderExcluir
  3. cade as respostas?????????

    ResponderExcluir